Início Dicas Goma xantana: Uma alternativa saudável para alimentos celíacos!

Goma xantana: Uma alternativa saudável para alimentos celíacos!

101
0
Compartilhe:

No mundo dos produtos adicionados em alimentos, a goma xantana é considerada um aditivo alimentar que traz diversas vantagens nos produtos em que ela é usada. A goma xantana é um dos exemplos de produtos que causam reações químicas quando misturada com outros. Primeiramente, porém, a goma é um carboidrato vindo de uma bactéria.

 

Existem fatos, usos, vantagens e também fatores importantes a se considerar e compreender antes de decidir utilizar a goma xantana em um produto alimentício. Há diversas aplicações para esse aditivo alimentar e ela é especialmente boa para quem produz alimentos dentro de padarias e confeitarias.

 

Esse aditivo alimentar também possui dois outros tipos similares de goma, essas são a goma guar e o famoso ágar-ágar. Porém, seu uso e composição são muito diferentes desses mencionados. Além de seus benefícios e vantagens serem outros. Vale aprender mais sobre esse aditivo alimentar antes de fazer seu uso.

Como é feita a goma xantana?

Sua produção inicia como um carboidrato vindo de uma bactéria não patogênica, como dito antes. Essa bactéria acaba por se tornar a goma xantana após ser alimentado com açúcar e assim passar por uma fase fermentativa. 

 

Após isso, a bactéria produz um líquido com textura gelatinosa. Esse líquido se assemelha muito a goma xantana. Os produtores usam esse líquido junto ao álcool isopropílico e permitem esse líquido a se tornar o pó que a goma é naturalmente. Esse processo pode durar cerca de um dia.

Qual a aplicação da goma xantana?

Sua qualidade e composição permite com que a goma xantana aja como um emulsificante, espessante e estabilizante. Ou seja, ajuda na textura e espessura dos mais diversos produtos onde ela é utilizada. A fabricação de diversos produtos depende desse aditivo alimentar para dar certo.

 

Ela é aplicada em produtos como forma de substituir o glúten e, por isso, se torna uma opção para produtos voltados a uma audiência de consumidores celíacos. Ela é usada também como forma de mudar a aparência física, química e biológica de alimentos diversos dentro da indústria alimentícia.

 

Os alimentos mais comuns que usam da goma xantana são os molhos de salada e tomate, todos alimentos que não contém glúten, sorvetes, sucos de fruta natural ou de pacote, ingredientes essenciais para padarias e confeitarias como chantilly e receitas de pães sem glúten.

 

A aplicação dessa goma para ser uma alternativa contra o uso do glúten é uma das mais famosas, pois, além de ser ótima para os celíacos, aqueles que apenas desejam comer com mais saúde também podem consumir alimentos com esse aditivo alimentar.

Benefícios da goma xantana

Como antes mencionado, ela pode substituir o glúten em qualquer alimento que um produtor escolher aplicar a mesma. Porém, apesar de ser um produto benéfico e vantajoso, é necessário tomar cuidado com a quantidade adicionada. Ao contrário da goma guar, a xantana pode arruinar uma receita caso seja aplicada muito.

 

Quando o assunto é as vantagens que esse aditivo trás, é necessário mencionar que a mesma possui os seguintes benefícios:

  • Oferece uma sensação de saciedade e, portanto, ajuda em um emagrecimento saudável e natural;
  • Ajuda a reduzir o colesterol ruim;
  • Ajuda a melhorar a respiração e bem-estar já que substitui o glúten;
  • Ajuda com a prisão de ventre e qualidade da saúde intestinal.

 

Para quem produz alimentos usando esse ingrediente, é fácil entender como ela pode ser extremamente conveniente. A habilidade de mudar a física dos alimentos e deixar os mesmos mais benéficos ajuda quem produz a gastar menos dinheiro e tempo.

Quem não pode consumir a goma

Não existem muitas contraindicações em relação a esse aditivo alimentício, porém há certas alergias que podem ser evitadas caso o contato com essa goma não seja feito. Isso seria as alergias ao milho, trigo e à soja. São os elementos usados em sua fermentação.

 

É preciso sempre se atentar com o cuidado ao produto, especialmente com a versão vendida a granel. Ela deve ser bem manuseada, ter um bom armazenamento e ter boa procedência para que a segurança do consumidor seja considerada.

 

Além disso, é importante lembrar que o consumo extremo da goma xantana pode ser maléfico. O recomendado para esse aditivo é de 15 gramas ao dia, por isso é preciso manter bom olho na quantidade adicionada em receitas.

Compartilhe:
Artigo anteriorDieta Sem Glúten